Cantor Dinho Santos recebe convite pra participar de manifestação em apoio a artistas

0

Dinho Santos é artista e empresário. Duas atividades muito afetadas pela pandemia da covid que assola o planeta afetando toda classe trabalhadora e produtora.

Diante do cenário atual o artista tem plena convicção que o momento pede agilidade e cautela. A classe artística é uma das mais afetadas em relação ao trabalho. Eventos e shows cancelados. Bares e casas noturnas fechadas ou com restrições de horários reduzem totalmente as possibilidades do exercício da profissão.

Diversas decisões políticas estão gerando complicações e acarretando danos imediatos e devastadores a toda essa categoria de profissionais que dependem do trabalho diário para o sustento próprio e de suas famílias. E vários desses profissionais tem diversas outras pessoas que trabalham diretamente com algo ligado a atividade artística comprometendo assim o pagamento de salários.

Existe uma falsa impressão que artistas são pessoas endinheiradas que tem vida boa, que moram em mansões e vivem a cruzar o mundo em iates e se divertindo em hotéis de luxo. Enfim, uma vida de eterno glamour. Mas a grande maioria, principalmente artista brasileiro, vive uma dura realidade com muitas dificuldades pra tirar o seu sustento. No presente momento profissionais de todas as categorias da classe artística estão sendo duramente castigados tendo que passar por muitas privações. E com o agravante de não ter ninguém que interceda pelo artista ou que faça algo de concreto deixando todos largados a própria sorte.

Cantor Dinho Santos

A pandemia chegou ao país no ano passado e desde então todas essas pessoas estão vivendo de incertezas e na maioria das vezes estão impossibilitadas de exercer sua profissão.

Dinho sempre teve um pensamento na vida. “Há tempo para tudo”. E não tem como negar que tempo foi o que não faltou. No decorrer do ano de 2020 teve tempo mais que suficiente pra implantar o tão necessário isolamento social e outras medidas restritivas para tentar conter a proliferação do vírus.

Em contrapartida o sistema de saúde precisava ser equipado com novos leitos, construção de hospitais de campanha e outras medidas pra evitar a necessidade de um novo lockdown ou o fechamento do comércio noturno que é uma das principais medidas impostas no decreto estadual do Mato Grosso datado de quarta-feira, 03 de março de 2021.

Dinho recebeu o convite pra apoiar a OMB/MT, Ordem dos Músicos de Mato Grosso no manifesto em prol dos artistas, empresários do setor de evento, bares e restaurantes. ”Verás que um filho teu não foge à luta”. Assim está escrito na letra do hino nacional brasileiro. E como bom filho e artista defensor da sua classe, Dinho, diante do cenário atual, não poderia jamais recusar a apoiar e unir forças a essa classe da qual faz parte e tem tanto apreço e orgulho. Ainda mais um convite feito pelos idealizadores do projeto, os artistas locais como Renato Leite, Duda Nunes e o atual presidente da OMB/MT, Wellington Berê.

A manifestação pacífica foi realizada na quinta feira, 18 de março do presente ano de 2021. Muito bem organizado e assistido pela Polícia Militar do estado de Mato Grosso cerca de cem profissionais da classe artística local marcaram presença em frente ao palácio do governo.

Cantor Dinho Santos

As mensagens dos manifestantes foram executadas de um trio elétrico e no final todos saíram em um extenso buzinaço pelas ruas da capital. Pra ficar registrado foi protocolado um ofício com o requerimento do grupo. O principal objetivo da manifestação era conseguir uma reunião com o governador do estado, Mauro Mendes do DEM.

As solicitações tem o intuito de rever os horários dos toques de recolher dando condições para que o comércio noturno possa funcionar. A medida vai gerar trabalho e condições de sustento digno a tantos profissionais afetados na área que ficaram a Deus dará jogados a própria sorte.

Caso não ocorram alterações nos horários do atual decreto se faz necessário a criação de algum auxílio que seja capaz de amparar esses profissionais e suas famílias. No dia anterior ao evento a categoria conseguiu conversar com Beto Dois a Um, atual secretário de cultura do estado. O momento agora é aguardar pelas mudanças reparativas solicitadas ao atual governo. Em caso negativo será necessário outro e mais outros manifestos até que a classe artística, além de voz, tenha assegurado também o seu direito como cidadão respeitado.

O empresário e cantor Dinho Santos está no Instagram como @dinhosantosj.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.