Ator pornô Rico Marlon dispara: “gay é quem sente atração por outro homem, não quem tem experiências sexuais com pessoas do mesmo sexo”.

O assunto da homossexualidade ainda é, mesmo com as pautas mais progressistas que têm sido defendidas na sociedade, um grande tabu em especial no Brasil, que foi considerado um dos países mais homofóbicos do mundo.

O ator pornô Rico Marlon, estrela das produções internacionais do segmento erótico, fez uma revelação polêmica sobre o tema: “na minha opinião gay é quem sente atração por outro homem e não quem tem experiências sexuais com outros homens. Inclusive existem zonas erógenas que muitos homens não exploram, por simples preconceito, como o ânus. Não quer dizer que por experimentar um fio terra que aquela pessoa é gay”, disparou.

É possível ter prazer anal

Rico Marlon revela que o prazer anal não apenas é possível como importante, em sua opinião, para atingir o prazer máximo: “a região da próstata é o ponto G masculino e seu estimulo resulta em orgasmos intensos e prolongados. Há estímulos sensitivos que implicam em prazer na margem anal (região externa do ânus), no canal anal (parte interna) e no reto (região acima do canal, onde está a próstata. Há mais sensibilidade na região da margem anal e nos dois terços distais do canal anal, enquanto no terço proximal e no reto há mais receptores nervosos de pressão. A próstata fica em média a 10 centímetros da margem anal”.

Atingindo o máximo do prazer

Rico Marlon revela que para desfrutar do máximo do prazer é preciso observar alguns cuidados: “a dica é relaxar e curtir o momento. Então, dedicar-se a uma boa preliminar ajudará ambos a tirarem a tensão do corpo, tornando a penetração muito mais tranquila. Além disso, o uso de lubrificantes é fundamental, pois a região anal não possui lubrificação natural. Os produtos à base de água são os mais recomendados, pois não têm risco de gerar reações alérgicas”.