Dr. Glauco Guedes fala de como a robótica tem contribuído com a urologia

A cirurgia robótica é a mais alta tecnologia na área da cirurgia, o que permitiu uma significativa redução da agressividade do trauma cirúrgico, com menor sangramento, mais rápida recuperação pós-operatória e melhor recuperação funcional nos casos de cirurgia de próstata.

“Hoje, nos Estados Unidos da América, os robôs cirúrgicos são amplamente disponíveis, (…). Aqui no Brasil, temos exatamente a mesma tecnologia, mas poucas pessoas tem esse conhecimento. Em Brasília, temos 4 robôs e o quinto está para chegar, todos perfeitos para atuar em cirurgias urológicas (em outras especialidades também). O robô Da Vinci XI, presente no Hospital Santa Lúcia Norte, é a tecnologia mais avançada do planeta. Para prevenir lesões em nervos, para evitar a impotência e garantir mais segurança ao paciente, os robôs são excelentes aliados”, destaca Dr. Glauco Guedes.

Muito tem se falado sobre o uso da tecnologia e da robótica a favor da saúde humana. E o mais interessante disso tudo é que não estamos falando mais de algo distante, inacessível ou para o futuro. A robótica na medicina é uma realidade e tem salvado a vida de milhares de pessoas pelo Brasil e mundo.

Para falar um pouco mais sobre esse importante assunto, convidamos o Dr. Glauco Guedes, Urologista que trabalha com a robótica na cidade de Brasília – DF, operando pacientes de todo o País. Dr. Glauco fez aprimoramento cirúrgico no IRCAD, Instituto de Pesquisa Científica em Estrasburgo, França.

“Ter a robótica como aliada em cirurgias de próstata é poder proporcionar aos pacientes benefícios maiores e riscos muito inferiores, se compararmos aos procedimentos tradicionais. Os robôs têm acessos a áreas que nós médicos não teríamos sem ajuda deles; nem mesmo a laparoscopia nos permitia tantos recursos. Somente os robôs têm visibilidade 3D dos tumores, a laparoscopia, por exemplo é 2D; ou seja, temos um avanço visual enorme com essa tecnologia. Isso é essencial no processo cirúrgico. Para mais, a precisão de um robô é milimétrica e muito mais precisa, os riscos de atingir áreas indesejadas ou ferir algum tecido é extremamente mais baixo. Tudo isso, sem contar os cortes menores, o que geram recuperação mais rápida e cicatrizes pequenas”, fala Dr. Glauco Guedes – médico que operou dezenas de pacientes usando a tecnologia robótica.

A cirurgia robótica é a mais alta tecnologia na área da cirurgia e permitiu uma significativa redução da agressividade do trauma, com menor sangramento, mais rápida recuperação pós-operatória e melhor recuperação funcional. “Hoje, nos Estados Unidos da América, os robôs cirúrgicos são amplamente disponíveis, cerca de 90% das cirurgias para o tratamento do câncer de próstata são realizados utilizando a técnica robótica. Aqui no Brasil, temos exatamente a mesma tecnologia, mas poucas pessoas tem esse conhecimento. Em Brasília, temos 4 robôs e o quinto está para chegar, todos perfeitos para atuar em cirurgias urológicas (em outras especialidades também). O robô Da Vinci XI, o qual temos em Brasília, é a tecnologia mais avançada do planeta. Para prevenir lesões em nervos, para evitar a impotência e garantir mais segurança ao paciente, a robótica é um excelente aliado”, destaca Dr. Glauco.

Os pacientes têm inúmeros ganhos com as cirurgias feitas com os robôs, veja algumas delas:

– melhor recuperação do paciente e melhores condições no pós-operatório;

– diminui o tempo de internação;

– em função da tecnologia, há mais possibilidade de preservação dos nervos responsáveis pela função erétil;

– aumenta a segurança para o paciente;

– menos sangramento;

– incisão pequena;

– grau de dor e uso de analgésicos menores que na cirurgia convencional.

O Dr. Glauco Guedes atende nos seguintes locais em Brasília:

Clínica Evoluccy – Instituto de medicina:

Unidades Asa Sul – (61) 3532-5560/ 3532-5643

Unidades Asa Norte – (61) 32638100/ 3263-8051

Ele, também, atende nos Hospitais: Santa Lucia Norte, Santa Helena – Rede Dor e no Centro Médico Santa Helena.