Campeão de fitness Italo Costa revela como usar o jejum intermitente para conquistar um abdômen definido

Muito falado atualmente, o jejum intermitente é citado como uma estratégia eficaz para reduzir o percentual de gordura corporal por muitos especialistas e consiste em um estilo alimentar que alterna períodos com refeições e períodos de jejum. O espaço de tempo que separa cada refeição depende do tipo de jejum que se faz e do objetivo que se pretende alcançar

O campeão de fitness WBFF Italo Costa é um dos adeptos do jejum intermitente e conta que esta pode ser uma estratégia eficaz para aqueles que sonham em conquistar o abdômen definido: “Acredito que todos já tenham ouvido sobre o Jejum intermitente em algum lugar.  Por esse motivo, existem muitos mitos associados. Eu considero o jejum intermitente uma estratégia eficaz, mas vale esclarecer alguns pontos pra maximizar os efeitos voltado não apenas ao fitness mas à Saúde”.

Para conquistar um abdômen definido, o atleta conta que apenas fazer abdominais não é o bastante: “exercícios abdominais fortalecem a musculatura daquela região mas não são o bastante. Todo movimento queima calorias, mas para ter o abdômen definido, com músculos aparentes, é preciso eliminar a gordura que está por cima do músculo, e é ai que o jejum intermitente faz toda a diferença”.

Italo ressalta que, para obter melhores resultados com o jejum intermitente, é importante consultar um profissional da área: “Lembre-se de consultar um profissional da área para ter algo especificado para você. No meu caso, me baseio na minha experiência pessoal e nos estudos do nutrólogo e Endocrino Dr. Hugo Yamashiro”.

Confira as dicas de Italo Costa para conquistar um corpo sarado e emagrecer com o jejum intermitente:

Qual o Ideal, Jejum de 12, 16, 24 ou mais horas? Quantos dias na semana?

Tudo tem a ver com adaptação. Devemos começar com um passo de cada vez, 1 ou 2 vezes na semana um jejum de 12 horas. Lembrado de se hidratar muito bem.

Posteriormente você pode passar ao próximo passo, ou seja, 16 horas em jejum. Eu acredito que para média geral das pessoas esse seria o ideal, pois promove a queima de gordura de forma mais adequada. Uma dica valiosa é ingerir antes de dormir 500mg de L-Carnitina para estimular a queima de gordura, principalmente a partir de 16 h de jejum.

Beba muita água

Importante dizer que devemos ingerir mais água do que o que costumamos, está liberado também bebidas zero calorias, café puro, chá etc.

Reduza ou elimine o açúcar refinado
Em substituição ao açúcar, podemos usar uma pitada de Óleo de Coco MCT no café logo cedo (somente para adaptação).

Quando não fazer o jejum intermitente?

Não existe uma restrição como muita gente pensa. Podemos fazer o jejum todos os dias, seguindo as janelas de alimentação.

Cuidado: somente fazer jejum intermitente não vai resultar em perder gordura.  O jejum deve ser aliado a uma alimentação saudável e planejada para promover a redução do percentual de gordura corporal durante o período em que não está jejuando. Além disso, a prática de exercícios físicos é fundamental.

Que alimentação seguir para perder gordura?

Tão importante quanto o jejum é o que comemos quando não estamos em jejum. Não adianta comer lanches, fast food e todo tipo de bomba calórica e seguir fazendo jejum, não vai resultar. O recomendado é uma dieta low carb, composta com carboidratos completos, porém limitados a uma quantidade baixa, já saladas e legumes verdes e brancos a vontade, e apenas frutas de baixo índice glicêmico, por exemplo blueberry, pera, etc.

Outra opção para aliar com o jejum é a dieta cetogênica, que já é um pouco restritiva em carboidratos, sendo rica em proteínas e gordura de boa qualidade. Legumes e saladas verdes e brancas a vontade e inclusão de azeites. Sem extrapolar as quantidades recomendadas para o seu corpo.
Essas são as mais eficientes e devem ser personalizaras pelo seu médico. Lembrando que a ingestão de calorias deve ser menor do que a sua necessidade diária, promovendo déficit calórico.

Como aliar o jejum com atividades físicas

No período de adaptação, é importante baixar a intensidade dos exercícios, e começar progressivamente, pois imagine se alguém vai com muita sede ao pote, começa o jejum intermitente e resolve fazer 1h de corrida intensa? Provavelmente passará mal. Importante ter em caso de emergência um tipo de carboidrato simples caso entre nesse estágio, apenas por precaução.

Ou seja, durante o jejum pode e deve praticar atividades físicas, porém tenha a certeza que já está adaptado antes de aumentar a intensidade.

Eficiência

Seguindo esses passos, o jejum intermitente se torna um método certeiro e muito eficaz para perda de gordura, que pode ser conciliado com um novo projeto verão, para chegar em forma e com menor percentual de gordura corporal na estação mais quente do ano. Recomendo.

Se você está focado em ganho de massa magra, na minha opinião seria mais interessante mudar a estratégia e não aplicar o jejum intermitente, pois existem outras estratégias mais eficientes para isto.