Especialista esclarece mitos e verdades sobre o mercado de fotografia

Em grande expansão nos últimos 10 anos, o mercado de fotografia assim como a oferta de profissionais ligados ao setor continua a crescer em 2019. Com o crescente interesse pela profissão e pelas oportunidades de negócios que a fotografia pode trazer, também surgiram muitas dúvidas principalmente por parte dos que almejam ingressar no ramo, e com elas, diversas afirmações, que nem sempre correspondem à verdade.

Rodolfo Santos, cinco vezes vencedor do Wedisson Awards e um dos mais requisitados fotógrafos de casamentos do Brasil, relata que existem muitos mitos sobre o mercado e a própria profissão: “diz-se por aí muita coisa, que o mercado está saturado, que não há lugar para mais fotógrafos, e que cada vez é mais difícil encontrar trabalho. Muitos mitos, que assustam e afugentam pessoas talentosas e que desejam investir na fotografia como meio de vida e de expressar a sua arte”.

Confira agora alguns mitos e verdades esclarecidos por Rodolfo Santos:

O mercado de fotografia está saturado

Mito. Muita gente tem tido acesso a câmeras profissionais e equipamentos de primeira, isto é verdade. Além disso, os smartphones contam hoje com câmeras muito boas, e por isso mais do que nunca, existe um volume avassalador de fotos de alta resolução sendo postadas nas redes sociais, mas isso não é o mercado. Muita gente tem reclamado da dificuldade de se encontrar fotógrafos em que se possa confiar, que demoram meses para entregar um trabalho, e que levam a coisa como uma segunda fonte de renda, não como profissão. A verdade é que o mercado não está saturado e quem quer trabalho mesmo encontrará um caminho. Todos os anos são realizados mais de 1 milhão de casamentos no Brasil. Logo, é impossível ficar sem trabalho.


Os fotógrafos sempre cobram caro

Mito. Quem acha que custa caro o trabalho de um fotógrafo não entende necessariamente o que um fotógrafo profissional faz e nem percebe que vai muito além de ter um equipamento de última geração e fazer um clique. O custo envolvido não apenas em equipamentos mas em capacitação profissional para ser um bom fotógrafo é alto e faz toda a diferença. Quem faz grana com foto, faz porque trabalha muito mesmo.

Fotógrafos têm vida fácil

Mito. Já parou pra pensar que aquele fotógrafo de quem você admira já ralou bastante para chegar onde chegou? Além disso, faz parte da profissão lidar com cliente, resolver problemas, pagar impostos, fazer contabilidade, tem que se auto-motivar para vender, mostrar portfólio e ouvir muitas vezes um “não”, além de saber negociar. Não é só apertar o botão. O mercado da fotografia não é tão romântico e poético como a fotografia em si.