Wallace Negão estreia com vitória sobre argentino no FFC: “Gosto especial”

Carioca realizou sonho de lutar em Las Vegas pela primeira vez

Atleta carioca, Wallace Lopes representou o Brasil na edição de número 39 do FFC (Final Fight Championship), evento que aconteceu no último dia 11 de julho em Las Vegas, Nevada. Com uma atuação memorável, Wallace mostrou todo o seu potencial no evento, não dando margem para dúvida ao faturar a vitória sobre o argentino Alan “Superboy” Scheinson por decisão unânime no evento:

— Foi sensacional, o evento é grandioso, parece que em Las Vegas tudo é mágico. Tudo saiu como o planejado, a vitória veio com excelência em cima de um grande atleta renomado no circuito mundial do kickboxing.

Aos 32 anos, Wallace possui uma vasta experiência na modalidade no qual já venceu mais de 30 oponentes. Com passagem pelo WGP, maior evento de luta em pé da América Latina, o carioca se inspirou nos jogadores da seleção de futebol para enfrentar um argentino no evento. Questionado sobre o sabor de vencer um “Hermano” no ringue, Wallace revelou a satisfação em triunfar sobre um rival sul-americano:

— Brasil e Argentina sempre tem um gosto especial, seja em qual for o esporte. Como o Brasil venceu a Argentina na semifinal da Copa América eu não podia fazer diferente no FFC (risos).

Além de ostentar um cartel de peso no Kickboxing, Wallace também atua no cage como atleta de artes marciais mistas. Como lutador de MMA o lutador já bateu 5 oponentes na carreira, a maioiria por nocaute ou nocaute técnico. De olho em fazer o seu nome no FFC, “Negão” agora quer o título do evento, além de quem sabe fazer sua estreia na organização também no MMA:

— Pretendo lutar no FFC novamente com certeza, já estou mirando o cinturão da categoria. Gostaria de lutar MMA lá também, só depende de um convite deles. Mas eu quero o cinturão para chegar no Glory com mais peso.

Visto de perto por alguns dirigentes do Glory, maior evento de trocação do planeta, Wallace busca um contrato com a organização presidida pelo francês ‎Pierre Andurand.