Influencer estudante de medicina movimenta seguidores ao falar sobre compulsão alimentar “Não se espelhe no modelo de gestão dietética de bodybuilders”

Controlar a compulsão alimentar nem sempre é uma tarefa fácil. O estudante de medicina e digital influence, Augusto Ruiiz, consegue uma legião de seguidores ao tratar do assunto com pessoas comuns, que queiram saber um pouco sobre o que podem fazer para melhorar a qualidade de vida. Ele explica que muitos devem ter cuidado com dietas extremamente restritivas feitas sem orientação profissional. “Controlar a compulsão alimentar não quer dizer que você deva deixar de comer, é preciso ter cautela ao adotar métodos de dietas restritivas e treinos pesados sem qualquer orientação”.

O influencer ainda fala que comparar a rotina de uma pessoa comum com quem é atleta, do tipo bodybuilder, pode ser ruim ao utilizar o dia do lixo como estratégia metabólica. Nesse sentido, Ruiiz, passa algumas dicas na internet.

“Destinar um dia free pode gerar uma ansiedade durante a semana, e fazer você descontar todo o déficit calórico gerado durante a semana, concluindo em sentimentos de culpa e frustrações”. Outro ponto abordado também é a mudança de paladar que devemos desenvolver durante o processo de emagrecimento. “A inserção de alimentos saudáveis durante e após o processo de emagrecimento é fundamental, visto que há diversos estudos que mostram que: quanto mais os alimentos são ricos em açúcares, gorduras de má qualidade, são mais fáceis de nosso paladar adaptar-se… Por isso devemos evitar ao máximo ter essas “lembranças” não saudáveis que podem levar ao descontrole alimentar”.