Mister Brasil, Willian Herculano, curte carnaval em São Paulo com novo ensaio!

Moreno de 25 anos visita foliões e comemora carnaval com novas fotos mostrando seu corpo definido

 

 

O homem mais bonito do Brasil, WILLIAN HERCULANO, com seus 1,85 de altura, e um corpo de 6% de gordura, não passa desapercebido em suas visitas pelos blocos de São Paulo. Neste ultimo final de semana, foram mais de 250 mil pessoas que puderam ver o bonitão presente nos trios elétricos dos maiores foliões da capital. A atitude que mais chamou a atenção do bonitão para o público, foi sua presença no Bloco do Fico, um bloco beneficente de cadeirantes na região do Ipiranga, onde o Mister Brasil marcou presença junto das atrizes Ellen Rocche e Anaju Dorigon. Para Willian, comemorar carnaval é também ter tempo de fazer o bem.

O Mister Brasil, Willian Herculano, aproveitou o carnaval também para exibr o seu corpo ainda mais definido, confira:

 

 


Willian Herculano, Mister Brasil 2016

Crédito Fotográfico: Ronaldo Gutierrez e Ricardo Marújo.

 

Fonte: http://www.baphonica.com/2017/02/21/mister-brasil-willian-herculano-curte-carnaval-em-sao-paulo-com-novo-ensaio/

Filho de Lobão repassou propina, diz investigação da PF

Operação Leviatã nasceu com base na delação premiada do senador cassado Delcídio Amaral

A Polícia Federal apertou o cerco contra o PMDB ao realizar nesta quinta-feira (16) nova fase da Lava Jato autorizada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal. A investigação apura corrupção nas obras da usina hidrelétrica de Belo Monte.

Batizada de Leviatã, em alusão ao livro do filósofo Thomas Hobbes, a ação cumpriu mandados de busca e apreensão nas casas e nos escritórios do filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), Márcio Lobão, e do ex-senador e apadrinhado político de Jader Barbalho (PMDB-PA), Luiz Otávio Campos.

A investigação que deu origem à investida de ontem teve início com a delação premiada do senador cassado Delcídio Amaral. Em seu acordo, Delcídio afirmou que 1% do valor do contrato da usina de Belo Monte ficou com o PMDB.

Na colaboração, ele citou repasses também para o PT, mas a operação de ontem se concentrou em nomes ligados ao PMDB. A investigação sobre os petistas tramita na Justiça Federal no Paraná.

Apesar de ser o novo relator da Lava Jato no STF desde a morte de Teori Zavascki, Fachin já era o responsável pela relatoria das investigações sobre Belo Monte — que ficaram desmembradas na Corte das demais apurações que envolviam o esquema na Petrobrás.

Segundo Delcídio, Jader e Lobão exerciam influência sobre várias estatais e grandes obras, entre elas, a usina no Rio Xingu, no Pará. Márcio e Luiz Otávio, por sua vez, foram citados na delação do ex-executivo da Andrade Gutierrez Flávio Barra como destinatários de pagamentos realizados pela empreiteira pelas obras de Belo Monte e também pela usina de Angra 3.

Conforme relator do ex-diretor da Andrade Gutierrez, integrante do consórcio construtor de Belo Monte, entre R$ 4 milhões e R$ 5 milhões foram repassados ao senador Edison Lobão pelas obras de Angra 3 e R$ 600 mil da usina hidrelétrica. De acordo com o delator, o valor relacionado a Belo Monte foi entregue, em espécie, na casa de Márcio Lobão.

O filho do ex-ministro de Minas e Energia nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff também foi citado pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

Em acordo de delação premiada, Machado disse que os valores destinados a Edison Lobão eram entregues em um escritório no Rio indicado por Márcio.

Inquérito

De posse dessas informações, Fachin concordou com os pedidos propostos pela Polícia Federal e autorizou o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão em Brasília (DF), Belém (PA) e no Rio de Janeiro (RJ). Segundo a PF, os investigados poderão responder pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

No inquérito, são investigados, além de Lobão e Jader, os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Romero Jucá (PMDB-RR) e Valdir Raupp (PMDB-RO). Todos negam participação nas irregularidades.

A Procuradoria-Geral da República e a Polícia Federal investigam, neste inquérito, se foi feito pagamento de propina de 1% sobre o valor dos contratos assinados pelas obras de Belo Monte a partidos políticos envolvidos na liberação do projeto da hidrelétrica. A suspeita é de que as empresas que integram o consórcio responsável pela obra fizeram o pagamento.

Quadros

Na busca e apreensão na residência de Márcio Lobão no Rio, a Polícia Federal apreendeu cerca de 1.200 quadros. O filho de Lobão é presidente da Brasilcap, braço de planos de capitalização do Banco do Brasil, há 10 anos.

Sua mulher, Marta Martins Fadel, chegou a ser lotada no gabinete de Lobão no Senado, entre 2001 e 2003. Ela é filha do advogado Sergio Fadel, um dos maiores colecionadores de arte do País.

Durante as buscas os agentes não levaram os quadros, mas catalogaram peça por peça. Eles também acharam dinheiro em espécie na residência e no escritório de Márcio, num total de R$ 40 mil em várias moedas. Na residência do ex-senador do PMDB Luiz Otávio Campos, policiais federais encontraram R$ 135 mil em espécie.

Fonte: http://noticias.r7.com/brasil/filho-de-lobao-repassou-propina-diz-investigacao-da-pf-17022017

Governo federal vai distribuir repelentes para gestantes

Ao todo, serão distribuídos 15,9 milhões de frascos até dezembro deste ano

 

Um ano após a epidemia de zika e o crescimento expressivo dos casos de microcefalia em recém-nascido relacionada ao vírus, além de o temor de um novo surto das outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti — como a dengue e a febre chikungunya —, o governo federal decidiu distribuir repelentes para gestantes beneficiárias do Bolsa Família em todo o Brasil.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, a partir de março, mais de 484 mil gestantes do programa receberam os repelentes. Ao todo, serão distribuídos 15,9 milhões de frascos. Serão sete lotes, sendo que o último será distribuído em dezembro.

“Na primeira etapa, serão entregues quase 1 milhão de unidades. As prefeituras ficarão responsáveis por escolher a melhor forma de distribuição – ou no Cras (Centro de Referência de Assistência Social) ou na unidade de saúde”, diz nota divulgada pelo ministério.

Em 2015 e 2016 foram notificados 10,2 mil casos de crianças nascidas com alterações no crescimento e desenvolvimento relacionadas à infecção pelo vírus zika no Brasil, sendo 2,2 mil confirmados. Neste período, foram concedidos 1,9 mil BPC (Benefícios de Prestação Continuada) para pessoas com microcefalia.

Fonte: http://noticias.r7.com/saude/governo-federal-vai-distribuir-repelentes-para-gestantes-17022017

Temer envia ao Congresso projeto que elimina multa adicional em casos de demissão sem justa causa

Firma repassa 10% sobre o saldo do FGTS ao governo e 40% a mais para o trabalhador

O presidente Michel Temer encaminhou ao Congresso Nacional projeto de lei que “altera a Lei Complementar nº 110, de 29 de junho de 2001, para eliminar gradualmente a multa adicional da contribuição social devida pelos empregadores em caso de despedida de empregado sem justa causa”.

A mensagem de envio da matéria está publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (17).

Conforme o governo divulgou em dezembro, a intenção é promover uma redução gradativa da multa de 10% do FGTS que as empresas são obrigadas a pagar em casos de demissão sem justa causa. Isso para que não haja impactos no fundo.

A proposta divulgada em dezembro previa corte de um ponto porcentual por ano, durante dez anos. Com isso, segundo o governo, a medida ajuda a diminuir os custos indiretos dos empresários, o que terá efeito positivo sobre o caixa das empresas.

Vale lembrar que a medida vale apenas para o percentual que a empresa paga para engordar o FGTS. A conta do trabalhador contratado com carteira assinada não é impactada. Portanto, em caso de demissão sem justa causa, a empresa é obrigada a pagar 40% de multa sobre o saldo para fins rescisórios do FGTS para o empregado dispensado.

 

Fonte: http://noticias.r7.com/economia/temer-envia-ao-congresso-projeto-que-elimina-multa-adicional-em-casos-de-demissao-sem-justa-causa-17022017

 

Unilever rejeita oferta de US$ 143 bilhões da Kraft

Grupo Kraft Heinz tem como sócio o bilionário brasileiro Jorge Paulo Lehman

A Unilever disse que não viu mérito em uma proposta de fusão com o grupo de alimentos Kraft Heinz após rejeitar uma oferta de US$ 143 bilhões (R$ 440 bilhões), dizendo que “subvaloriza fundamentalmente” a gigante anglo-holandesa dos bens de consumo.

A Unilever disse ter recebido uma oferta de US$ 50 dólares, composta por US$ 30,23 em dinheiro e o restante em ações no novo grupo, representando um prêmio de 18%.

“Isso basicamente subestima a Unilever”, disse nesta sexta-feira (17). “A Unilever rejeitou a proposta porque não vê nenhum mérito, financeiro ou estratégico, para os acionistas da Unilever. A Unilever não vê a base para mais discussões.”

A Heinz foi adquirida por US$ 23 bilhões em 2013 pelo investidor Warren Buffet e pela 3G Capital, do bilionário brasileiro Jorge Paulo Lehman. Dois anos depois, fundiu-se com a Kraft, em um negócio de US$ 46 bilhões.

 

Fonte: http://noticias.r7.com/economia/unilever-rejeita-oferta-de-us-143-bilhoes-da-kraft-17022017

 

MPF pede a Moro para retirar benefícios da delação premiada de Paulo Roberto Costa

Ex-diretor está em regime semiaberto, após 1 ano de prisão domiliciar e 5 meses de cadeia

Os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato pediram ao juiz Sérgio Moro a suspensão dos benefícios previstos para o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, que foi o primeiro suspeito do esquema de corrupção a selar um acordo de delação premiada com a Justiça Federal.

Costa está no regime semiaberto, depois de cumprir 1 ano de prisão domiciliar e cinco meses de regime fechado.

A solicitação foi feita no último dia 7 de fevereiro, quando os procuradores federais pediram a condenação das filhas de Costa — Arianna Azevedo Costa Bachmann e Shanni Azevedo Costa Bachmann — e do genro dele, Marcio Lewkowicz. A força-tarefa também pede a condenação de Costa.

Neste processo, a família Costa é acusada de destruir provas e atrapalhar o andamento da Operação da Lava Jato. A casa do ex-diretor, no Rio de Janeiro, foi alvo de uma busca e apreensão em 17 de março de 2014.

A ordem de prisão dele, porém, veio apenas três dias depois, intervalo que foi usado pelas filhas e pelo genro de Costa para fazer um “limpa” no escritório da Costa Global, firma de consultoria que o ex-executivo da Petrobras abriu no Rio de Janeiro. Os documentos e planilhas mostravam pagamentos feitos a Costa a título de propina.

Costa, as duas filhas e o genro dele são acusados de faltarem “com a verdade por diversas vezes quando de seu interrogatório judicial (evento 363), em evidente descumprimento dos deveres impostos pelos acordos de colaboração premiada que celebraram com o Ministério Público Federal e foram homologados pelo Supremo Tribunal Federal”.

— Desta feita, resta impossibilitada a aplicação dos benefícios previstos nos referidos acordos, uma vez que, no caso em tela, a colaboração não foi efetiva, pelo que o parquet federal requer sua desconsideração para fins de condenação e dosimetria da pena.

Fonte: http://noticias.r7.com/brasil/mpf-pede-a-moro-para-retirar-beneficios-da-delacao-premiada-de-paulo-roberto-costa-17022017

Após determinação do STF, Eunicio devolve à Câmara pacote anticorrupção

Em dezembro de 2016, o ministro Luis Fux determinou devolução por ver erro na apresentação do projeto; texto havia sido desfigurado pelos deputados e aguardava análise do Senado.

O presidente do Senado, Eunicio Oliveira (PMDB-CE), devolveu nesta quinta-feira (16) à Câmara dos Deputados o projeto de lei que reúne propostas do Ministério Público Federal de combate à corrupção.

O projeto estava no Senado desde novembro do ano passado após os deputados terem aprovado o texto, que foi desfigurado na Câmara – os parlamentares retiraram seis das dez propostas apresentadas pelo MPF.

Em dezembro, antes mesmo de os senadores se debruçarem sobre a proposta, o ministro Luis Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a tramitação do texto. Com a decisão, o projeto terá de ser apresentado novamente à Câmara e iniciar seu andamento da estaca zero.

A decisão de Fux foi tomada na análise de uma ação apresentada no início do mês pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) que buscava anular as mudanças feitas na Câmara, que, dentro do projeto, ampliaram as punições e juízes e procuradores por abuso de autoridade.

Fux derrubou todas as mudanças feitas no texto original, na comissão da Câmara e no plenário, por ver um erro na apresentação do projeto no Legislativo.

“Todas as alterações que foram feitas na Câmara têm que tirar, foram anuladas, e o projeto volta à estaca zero”, afirmou, em dezembro, o ministro ao G1.

Segundo o ministro Fux, o pacote anticorrupção da Câmara deveria ter sido apresentado como proposta de iniciativa popular, pelo fato de ter sido protocolado com apoio de mais de 2 milhões de pessoas.

As assinaturas de apoio foram colhidas pelo próprio Ministério Público, mas o protocolo do projeto na Câmara foi feito em nome dos deputados Antonio Carlos Mendes Thame (PV-SP), Diego Garcia (PHS-PR), Fernando Francischini (SD-PR) e João Campos (PRB-GO).

“Eu nao fazia da parte da Mesa [Diretora] anterior. Eu estou tomando as providências de pendências que ainda se encontram na Mesa […]. Na hora em que eu tomei conhecimento que havia uma liminar em relação a essa matéria, ela estava na CCJ. Eu fiz um ofício a CCJ, pedi de volta o processado, e no dia seguinte encaminhei de volta para a Presidência da Câmara dos Deputados, e comuniquei ao ministro Fux que estava cumprindo a liminar que ele havia dado não para essa Mesa, mas para a Mesa anterior”, afirmou Eunicio nesta quinta.

A ação

A ação original de Eduardo Bolsonaro pedia somente a anulação da votação na Câmara que inseriu novas punições por abuso de autoridade para magistrados.

A emenda sobre o assunto foi inserida no texto por iniciativa do deputado Weverton Rocha (PDT-MA). Para Eduardo Bolsonaro, o projeto inicial se referia exclusivamente no combate à corrupção.

Fonte: http://g1.globo.com/politica/noticia/apos-determinacao-do-stf-eunicio-devolve-a-camara-pacote-anticorrupcao.ghtml

Vítimas de acidente entre dois ônibus são veladas em Teodoro Sampaio

Despedida ocorre no Ginásio Municipal nesta sexta-feira (17).
Colisão frontal matou oito pessoas e deixou 46 feridas, na SP-563.

Os corpos dos três moradores de Teodoro Sampaio, vítimas de um acidente entre dois ônibus na Rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo (SP-563), a Rodovia da Integração, que matou oito pessoas, são velados nesta sexta-feira (17), no Ginásio Municipal de Esportes. No local, parentes, amigos e moradores da cidade prestam as últimas homenagens à Valquiria Luiza da Silva, de 30 anos, Luane Fernanda Alves dos Santos, de 26 anos, e Elias Ferreira da Cruz, de 63 anos.

O corpo da estudante Carla Souza Silva Oliveira, de 23 anos, foi velado nesta quinta-feira (16) no Velório Municipal de Teodoro Sampaio e em seguida, foi encaminhado para Minas Gerais, onde residem familiares da vítima.

O sepultamento das três vítimas de Teodoro Sampaio está previsto para ocorrer às 10h.

Os moradores de Teodoro Samapaio estavam no ônibus de estudantes que voltava de Presidente Prudente. As outras quatro vítimas fatais estavam no veículo de sacoleiros de Iturama (MG).

O acidente

colisão frontal envolveu um ônibus de estudantes de Teodoro Sampaio (SP) e outro de sacoleiros de Iturama (MG). O trânsito no local chegou a ficar interditado, mas depois passou a fluir no sistema de “pare e siga”. Na tarde desta quinta-feira (16), a Polícia Civil divulgou o nome das vítimas fatais, sendo cinco mulheres e três homens.

Em luto, as universidades de Presidente Prudente (SP) onde os alunos estudavam decidiram suspender as aulas nesta quinta-feira (16).

Do ônibus que transportava os estudantes, morreram o motorista e três passageiros. Do ônibus que transportava os sacoleiros, também morreram o condutor e três passageiros, segundo a polícia.
O veículo dos universitários voltava de Presidente Prudente, cidade onde os alunos estudavam, para Teodoro Sampaio.

Já o ônibus dos sacoleiros retornava do Paraguai, com destino à cidade mineira. O veículo de turismo pertence a uma empresa de transporte de passageiros do município e fazia a linha Iturama-Foz do Iguaçu (PR), tendo como destino final o Paraguai. No ônibus, estavam passageiros e sacoleiros de Iturama e Frutal (MG) que viajavam com o objetivo de fazer comprar no país vizinho.

Os feridos foram levados para hospitais de Teodoro Sampaio, Mirante do Paranapanema e Presidente Prudente, no Oeste Paulista. De acordo com a Polícia Civil, 11 feridos foram socorridos em estado grave e 35 com lesões de natureza leve.

Os corpos dos mortos foram levados para as unidades do Instituto Médico Legal (IML) em Presidente Prudente e Presidente Venceslau (SP).

Polícia Civil investiga o caso.Segundo o delegado responsável pelo caso, Deminis Sevilha Salvucci, que esteve no local do acidente, indícios apontam que o veículo que fazia o transporte intermunicipal de estudantes, entre Presidente Prudente e Teodoro Sampaio, invadiu a contramão da pista.

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) informou ao G1 na tarde desta quinta-feira (16) que o ônibus que levava os estudantes de Presidente Prudente (SP) para Teodoro Sampaio “não tinha autorização para realizar o transporte intermunicipal de passageiros”.

 

Fonte: http://g1.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/noticia/2017/02/vitimas-de-acidente-entre-dois-onibus-sao-veladas-em-teodoro-sampaio.html

Prefeitura de SP alerta sobre boletos falsos do IPTU

Veja cuidados que são precisos para não cair no golpe.

A Prefeitura de São Paulo voltou a alertar contribuintes sobre o risco de receber boleto falso do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) após um contribuinte reclamar que recebeu documento com as mesmas características das falsificações enviadas no final do ano passado.

Segundo a Prefeitura, como nos meses de janeiro e fevereiro são enviadas às casas dos paulistanos as cobranças referentes ao IPTU 2017, é necessário redobrar a atenção para evitar o pagamento de boletos falsos.

A Prefeitura pede que os contribuintes analisem com cuidado os boletos que receberem em casa e adotem as seguintes ações:

1) Comparar os dados do imóvel com os dos boletos recebidos em anos anteriores, para verificar se as informações e os valores estão condizentes.

2) Confirmar qual o valor exato a ser pago, que pode ser acessado no site da Prefeitura de São Paulo no link “Consulta IPTU 2017.”

3) Verificar se no boleto consta a denominação “Reajuste do IPTU”. Se constar, trata-se de falsificação e o pagamento não deve ser realizado.

A Prefeitura alerta que os boletos de IPTU emitidos pela Prefeitura nunca têm os dizeres “FICHA DE COMPENSAÇÃO” na região de autenticação mecânica, e nunca indicam o número do banco no início da linha de digitação do código de barras e os números de agência/conta do cedente. Segundo a Prefeitura, qualquer boleto com essas características é falso e não deve ser pago.

Além disso, segundo a Prefeitura, o contribuinte nunca deve buscar por “2ª via IPTU” em sites de pesquisas para que o cidadão não seja induzido a acessar sites falsos. Todas as informações sobre IPTU devem ser buscadas apenas no site oficial da Secretaria da Fazenda.

Caso haja dúvidas sobre a veracidade dos boletos, é importante enviar um e-mail para ni@prefeitura.sp.gov.br ou solicitar a segunda via somente nas Prefeituras Regionais ou por meio do endereço eletrônico oficial: www.prefeitura.sp.gov.br/iptu.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/prefeitura-de-sp-alerta-sobre-boletos-falsos-do-iptu.ghtml

Rodízio municipal de veículos é suspenso durante o carnaval em São Paulo

Veículos podem transitar normalmente dos dias 27 de fevereiro a 1º de março sem restrição de horário. Zona Azul funciona normalmente.

O rodízio municipal de veículos ficará suspenso durante o carnaval na cidade de São Paulo. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a Operação Horário de Pico será suspensa na segunda-feira (27), terça (28) e quarta (1º).

A operação restringe a circulação de veículos no Anel Viário da Cidade nos períodos da manhã, das 7h às 10h, e da tarde, das 17h às 20h.
O rodízio de placas de caminhões e a Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) continuam em vigor.
Durante o rodízio ficam impedidos de circular os automóveis e caminhões no Centro Expandido, incluindo as vias que delimitam o chamado Mini Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, Avenidas dos Bandeirantes e Afonso D´Esccragnole Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, Avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.
Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação prevista no Código de Trânsito Brasileiro implica em infração de trânsito de nível médio, resultando em multa no valor de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos no prontuário.
A Zona Azul funcionará normalmente. O rodízio volta a funcionar normalmente na quinta-feira (2).

 

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/rodizio-municipal-de-veiculos-e-suspenso-durante-o-carnaval-em-sao-paulo.ghtml