SP agora investiga 6 casos de febre amarela

Até a última sexta-feira, quatro pessoas haviam morrido com suspeita da doença

Subiu de quatro para seis o número de casos de febre amarela investigados no Estado de São Paulo, de acordo com balanço da Secretaria de Estado da Saúde.

Até sexta-feira (20), quatro pessoas haviam morrido com suspeita da doença — três na capital e uma em Américo Brasiliense, na região de Araraquara.

Todas viajaram para Minas Gerais, Estado que enfrenta surto da doença, com 272 casos suspeitos. A Secretaria de Saúde de São Paulo pediu 235 mil doses extras da vacina para imunizar a população do interior.

 Em todo o ano de 2016 apenas sete casos da doença foram confirmados em Goiás, São Paulo e Amazonas. Cinco deles evoluíram para óbito, segundo o Ministério da Saúde.

Para quem vai viajar para áreas com risco de febre amarela, a recomendação é se imunizar com pelo menos 10 dias de antecedência. Os sinais e sintomas mais comuns da doença são: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos que duram, em média, três dias. Nas formas mais graves da doença, podem ocorrer icterícia (olhos e pele amarelados), insuficiências hepática e renal, manifestações hemorrágicas e cansaço intenso.

Fonte: http://noticias.r7.com/saude/sp-agora-investiga-6-casos-de-febre-amarela-23012017